Tribunal de Justiça nega suspensão de liminar e mantem afastamento do prefeito de Araputanga

Tribunal de Justiça nega suspensão de liminar e mantem afastamento do prefeito de Araputanga

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Paulo da Cunha, negou pedido de suspensão de liminar e mantem o afastamento cautelar

Projeto Expressão Solidária promove ação social no bairro Daury Riva em Araputanga
Paróquia Celebrará a Solenidade de Corpus Christi
26 anos depois – Restos mortais de Vitório Fasani, construtor da Matriz, foram sepultados ao lado da Igreja.

O presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Paulo da Cunha, negou pedido de suspensão de liminar e mantem o afastamento cautelar do prefeito de Araputanga, Sidney Pires Salomé (PMDB), pelo período de 90 dias, após o cumprimento de outros 180 dias oriundos de uma decisão de outro processo.

O desembargador acatou decisão do Juiz de Direito da Comarca de Araputanga, Dr. Arom Olímpio Pereira proferida em dezembro do ano passado.

Diante da decisão, o prefeito em exercício Paulo César Alves Araújo (Paulo Abrão) deverá permanecer no cargo até o mês de maio de 2016.

A Assessoria Jurídica do prefeito afastado informou que irá recorrer da decisão.

Escrito por Ferreira Júnior
Foto: Reprodução

COMMENTS