Desvendado rede de assassinatos cometidos por organização do tráfico em Pontes e Lacerda

Desvendado rede de assassinatos cometidos por organização do tráfico em Pontes e Lacerda

Uma associação criminosa integrada por traficantes e pistoleiros é alvo da operação Luger (modelo de arma usada pelos criminosos), deflagrada na manhã

Inauguração Tecno Bike – Araputanga
Habilitação para cinquentinhas começa a ser exigida dia 1º de março. Multa para quem não tiver é de R$ 574,62
JBS suspende compra de bovinos em Araputanga e Pontes e Lacerda

Uma associação criminosa integrada por traficantes e pistoleiros é alvo da operação Luger (modelo de arma usada pelos criminosos), deflagrada na manhã desta quinta-feira (22.11), pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, em investigações das Delegacias Regional e Municipal de Pontes e Lacerda(448 km a Oeste), com o Núcleo de Inteligência.

A investigação iniciou após denúncia realizada no disque denúncia da Delegacia Regional (65 99953-1190), que apontava os suspeitos como principais responsáveis por uma série de crimes contra a vida, ocorridos na cidade de Pontes e Lacerda.

Para a operação a Justiça da comarca expediu oito mandados de prisões temporárias (30 dias) e nove buscas e apreensão contra os criminosos que estão diretamente ligados à homicídios dolosos de pelo menos sete pessoas, assassinadas nos anos de 2016, 2017 e 2018.

Os mandados de prisão são cumpridos em Pontes e Lacerda e na cidade do estado de Goiás, Mozarlândia. As buscas são realizadas nos municípios mato-grossenses de Vila Bela da Santíssima Trindade, Nova Lacerda, Conquista do Oeste e de Pontes e Lacerda.

Conforme o delegado regional de Pontes e Lacerda, Rafael Mendes Scatolon, os inquéritos policiais referentes aos homicídios consumados apontam para atuação dos suspeitos, que agem a “mando” de uma organização criminosa ligada ao tráfico drogas no Oeste de Mato Grosso.

“Os suspeitos são pessoas frias, cruéis, agem de forma desprezível, ceifam a vida de pessoas pelo simples fato de estarem relacionados ao tráfico de drogas. Todos familiares não só tem ciência do intento criminoso dos suspeitos, mas os auxiliam na prática dos crimes, guardam e ocultam armas, pois com base nas investigações temos ao menos três pistolas 9mm diferentes que foram utilizadas na prática dos crimes”, explicou o delegado.

Todas as vítimas estavam envolvidas com atividades criminosas na região. Elas tinham passagens por crimes de roubo, furto e principalmente tráfico de drogas.

Apoio operacional

Em Goiás, dois mandados de prisão são cumpridos pela equipe do delegado de Pontes e Lacerda, Carlos Augusto do Prado Bock, com apoio do delegado Gilvan Borges de Oliveira, da Delegacia de Mozarlândia (GO).

Em Mato Grosso, a operação tem a participação de policiais civis das Delegacias Regional e Municipal de Pontes e Lacerda, Vila bela da Santíssima Trindade, Comodoro, Jauru, Nova Lacerda e policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE) de Cuiabá. Ao todo, são 55 policiais civis empregados.

Vítimas assassinadas

1. Renato Santos Barbosa, 28 anos, (05/07/2016). Seu corpo foi encontrado a 250 metros do mini estádio de futebol, com várias perfurações de arma de fogo. A vítima estava em uma bicicleta e havia saído do estádio onde ocorria uma partida de futebol, quando foi interceptada por criminosos em um veículo escuro e uma motocicleta. No local foram apreendidos 9 estojos de pistola 9mm.

2. Edmar Roberto de Freitas, 33 anos (22/07/2016). A vítima foi morta a tiros nas proximidade do terminal rodoviário. No local foram localizados 8 cápsulas de arma de fogo, dos disparos efetuados pelo garupa de uma motocicleta vermelha.

3. Vlader Ronaldo Leite Ribas, 19 anos, (13/08/2016) morto por disparos de arma de fogo, em frente ao Parque de Exposição de Pontes e Lacerda. Na mesma ocorrência, outros dois homens ficaram feridos com golpes de faca, sendo o irmão de Vlader (Viverto Montiel Ribas Junior, 26 anos) e um segundo jovem de 19 anos. Os ferimentos são devido uma confusão que começou dentro do parque, que envolveu vítimas e autores. Na ocasião, Vlader Ronaldo era levado por um amigo quando foi alvejado em frente à entrada do parque. Ele já estava ferido por faca quando recebeu os tiros.

4. Francisco Barros de Lima, 59 anos, (13/10/2016) foi encontrado em na estrada da Mineradora São Francisco, cerca de 1 km da BR 174 B. Ao lado estava uma motocicleta Honda 150 Bros. No local foram apreendidos 8 cartuchos de arma 9mm

5. Eder Bispo dos Santos, 33 anos (13/07/2017). Alvejado na cabeça e tórax por disparos de arma de fogo, a vítima morreu no Hospital Vale do Guaporé. No local, uma rua do bairro Vila Ibec, foram encontradas cápsulas de munições.

6 e 7. Wanderson Morais Almeida, 32 anos, e sua filha de 2 anos, Barbara Barros Almeida (18/02/2018). As vítimas foram encontradas dentro de um veículo Uno branco, no barranco da estrada, na Rodovia 174-B, Gleba Barreiros. Wanderson estava no banco do motorista, sem vida, com perfurações de arma de fogo. A filha de 2 anos e a esposa, que também estavam no carro, foram socorridas por um morador local. A criança atingida no tórax morreu no hospital. Dentro do carro foram encontrados cápsulas de munições calibre 9mm.

Nome da Operação

Luger é uma antiga pistola fabricada na Alemanha, considerada o maior souvenir da Segunda Guerra Mundial e adotada pelo Exército Alemão em 1908, por conta disso levou o nome de Luger P08. A pistola foi patenteada por George Luger, que aprimorou a arma e iniciou a produção em série.

COMMENTS